Ir direto para menu de acessibilidade.

Tradução Portal

ptendeites

Opções de acessibilidade

Página inicial > Últimas Notícias > Projeto busca reconhecimento de geoparque na região central
Início do conteúdo da página
Notícias IF Farroupilha

Projeto busca reconhecimento de geoparque na região central

Publicado em Sexta, 15 de Outubro de 2021, 13h50 | por Assessoria de Comunicação | Voltar à página anterior

Parceria entre IFFar, UFSM e municípios trata de área geográfica que abrange as cidades de Jaguari, Mata, Nova Esperança do Sul, São Francisco de Assis, São Pedro do Sul e São Vicente do Sul.

02.png

Nesta quinta-feira (14), a reitoria do Instituto Federal Farroupilha sediou um encontro entre dirigentes do IFFar, da UFSM e de prefeituras municipais para discutir o projeto de reconhecimento de um Geoparque Mundial da Unesco na região central do estado. O objetivo é trazer visibilidade aos territórios e fomentar o turismo sustentável na área geográfica que abrange Jaguari, Mata, Nova Esperança do Sul, São Francisco de Assis, São Pedro do Sul e São Vicente do Sul.

Esta foi a primeira reunião presencial da iniciativa, que deve se consolidar nos próximos anos. A reitora do IFFar, Nídia Heringer, destacou a importância da articulação entre os municípios e instituições de ensino para que o projeto nasça, seja aprovado e para que traga benefícios para as comunidades no futuro. Para o reitor da UFSM, Paulo Burmann, o propósito do geoparque está alinhado aos objetivos da Agenda 2030 - um plano de ação global para promover o desenvolvimento sustentável.

Conforme a pró-reitora de extensão do IFFar, Angela Marinho, coordenadora da reunião, o geoparque é “uma temática para muitos”, uma ideia coletiva com grande potencial de desenvolvimento humano e sustentabilidade para a região. Na fase atual, discutem-se os trâmites para efetivar um consórcio para que o projeto avance. Em dezembro, será realizado um seminário, com local ainda a definir, para apresentar a proposta para a comunidade. Além disso, um nome para o geoparque deve ser definido ainda em 2021.

Geoparques da Unesco no Brasil e no mundo

Geoparque é um conceito definido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para áreas geográficas unificadas de relevância geológica internacional, que tenham uma estratégia social e ambiental de desenvolvimento responsável. O professor do Departamento de Geociências da UFSM, André Borba, explica que para que uma localidade seja reconhecida como geoparque, além do potencial geológico e geomorfológico, é preciso atingir alguns objetivos propostos pela Unesco, que envolvem educação, melhorias no setor do turismo, conservação do patrimônio, geração de trabalho e renda, entre outros.

Atualmente, existem 127 geoparques da Unesco em 35 países. No Brasil, o único é o Parque Nacional do Araripe, no Ceará, gerenciado pela Universidade Estadual do Cariri. Na Região Central do Rio Grande do Sul, duas áreas são aspirantes ao reconhecimento: a Quarta Colônia e Caçapava do Sul.

 

Equipe - do IFFar, participaram da reunião de trabalho a reitora, Nídia Heringer, a pró-reitora de Extensão, Angela Marinho, os diretores gerais de campus Deivid Dutra de Oliveira (São Vicente do Sul) e Ricardo Rodrigues (Jaguari) e o procurador federal, Milton Guilherme Pfitscher. Representaram a UFSM o reitor, Paulo Burmann, o pró-reitor de extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, e o professor André Borba, do Departamento de Geociências. Dos municípios da região, estavam presentes os prefeitos de São Pedro do Sul, Ziania Bolzan; de Mata, Rogerio Kunh; de São Vicente do Sul, Fernando Pahim; de Jaguari, Beto Turchiello; e o vice-prefeito de São Francisco de Assis, Jeremias Oliveira.



Secom

registrado em:
Fim do conteúdo da página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha
Alameda Santiago do Chile, 195 - Nossa Sra. das Dores - CEP 97050-685 - Santa Maria - Rio Grande do Sul. Telefone: (55) 3218-9800